A temporada de 2020-2021 foi cancelada na sequência da pandemia Covid-19.

Foi com grande tristeza que nos vimos forçados a tomar esta decisão, motivada pelo perigo de propagação da doença provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e em nome da segurança e do bem-estar de todos os participantes.

A existência de um coro, como o CLeVA, não se coaduna com as regras de distância preconizadas como medida importante de redução da transmissão de covid-19. Ter várias pessoas juntas, a ler em voz alta, é criar um ambiente confortável à propagação do novo coronavírus se, entre elas, houver um caso positivo.

Voltaremos a avaliar a situação em meados de 2021 e então decidiremos se será possível retomar a actividade normal.


O Clube de Leitura em Voz Alta é agora Coro de Leitura em Voz Alta. Tem normalmente um periodicidade quinzenal e acontece na Biblioteca de Alcochete.

Os objectivos continuam a ser os mesmos; promover o prazer da leitura partilhada; a forma passou a ser outra.

Mar (com humor)



Este grupo novo do CLEVA só nos traz alegrias e riso à desfilada. Nesta sessão houve quem chorasse... de rir; houve quem trajasse a preceito para seduzir o diabo; houve quem entortasse as palavras de tal maneira que até entraram "halifantes", houve redacções sobre para onde os pais olham e as mães não gostam, houve sotaques, houve senhoras a fazer xixi no mar, e mais e mais, enfim, uma noite memorável. Mas antes disso tudo, cantámos. E em cima das canções dissemos poemas. E trabalhámos muito o nosso sentido crítico. Ah, é verdade, e depois houve um repasto de se lhe tirar o chapéu. Este clube promete!

Aqui ficam os autores e obras lidas nesta sessão:

Ruy Belo, "Na praia" de "Todos os poemas"
Jorge Amado, excerto de "Mar morto"
Gil Vicente, excerto de "Auto da Barca do Inferno"
Luís de Sttau Monteiro, "Ontem na praia" de "Redacções da Guidinha"
Afonso Cruz, excerto de "Mar - Enciclopédia da Estória Universal"
Mia Couto, excerto de  "O jardim marinho" de "Cronicando"
Frederico Pombares e Henrique Dias, excerto de "É como diz o outro"
Russell Edson, "A mensagem" de "O espelho atormentado"
Manuel Alegre, excerto de "Cão como nós"
Rui Zink, "Amanhã chegam as águas" de "A palavra mágica"
Herman Melville, excerto de Moby Dick


a Oriana trouxe-nos "Romance de Amadis" de Afonso Lopes Vieira

Sem comentários:

Enviar um comentário