A partir de Outubro de 2017, ao entrar no seu 8º ano de existência, o Clube de Leitura em Voz Alta passou a Coro de Leitura em Voz Alta. Continua a ter uma periodicidade quinzenal e a acontecer na Biblioteca de Alcochete.

Os objectivos continuam a ser os mesmos; promover o prazer da leitura partilhada; a forma passou a ser outra.

27 de Abril - Os adolescentes e a leitura

Introdução
De A leitura em voz alta de Geoges Jean, um excerto sobre a "manducação"

Leituras do dia
Ora estando a manducação associada ao acto de comer, nada mais adequado que a leitura da Paula: Leonia devora os livros, de Laurence Herbert, sobre um complicado caso de bibliofagia. Depois desta leitura, ... o nível está agora muito alto!

E ainda sob o signo da alimentação, foi lido o mais recente anúncio da sumol (acham que eles nos patrocinam? sempre é publicidade gratuita!).

E ainda excertos de...

- Kafka à beira-mar (Haruki Marukami)
- O lugar da televisão (Mário Castrim)
- Diário de um adolescente com a mania da saúde (Aidan McFarlane)
- O leitor (Bernard Schlink) a partir do qual se fez o filme com o mesmo nome.
Uma nota interssante da Virgínia: o título original deste livro (Der Vorleser) refere-se ao leitor que lê (em voz alta) para os outros.
- Silogismos da adolescência
- Os 15 anos (in Os meus problemas de Miguel Esteves Cardoso)
- Luki-Live (Christine Nostlinger)
- O Principezinho (Saint-Exupéry)
- Michell Vaillant O Homem de Lisboa
- Christianne F.
- Os Maias (Eça de Queirós)

1 comentário:

  1. Ainda no que respeita o anúncio da Sumol, não resisto a partilhar convosco alguns comentários que encontrei em reacção ao dito anúncio:

    "Um dia, o mais provável é que deixes de usar calças dois números acima do teu, e que deixes de mostrar os boxers a toda a gente. Nesse dia vais começar a sentir as borbulhas desaparecerem da cara, como num passe de mágica.

    Vais deixar de ouvir uma única banda até à exaustão e vais pensar como é que foste capaz de estar dois meses sem lavar o braço onde o vocalista te deu o autógrafo. Vais baixar o volume da música para os teus filhos poderem dormir ou para lhes poderes ensinar a tocar a tua guitarra.

    Vais experimentar andar de saltos altos e não vais cair. Nesse dia vais ter mais do dobro das escolhas para te calçar.

    Vais deixar de fazer sexo no banco de trás do carro e começar a fazer amor na tua casa. Nesse dia vais descobrir que 3 minutos não é a duração ideal de uma relação sexual.

    Vais deixar de acampar e descobrir que há hotéis que te tratam muito bem. Nesse dia vais perceber que esses hotéis te tratam tanto melhor quanto o número de estrelas que tiverem à porta, e que as estrelas custam dinheiro. Nesse dia vais ficar contente por teres um bom emprego. Apesar de teres de usar fato e gravata e trabalhares das 9 às 6. Vais perceber a diferença entre uma Montblanc e uma Bic.

    Vais poder ir a todo o lado sem dar cavaco a ninguém e sem ter de pedir boleia. Ao contrário do que imaginas, vais deixar de ir para onde todos vão e vais querer ir para onde quase ninguém foi… de carro, de avião (assim to permitam os vulcões), de barco ou a pé! Nesse dia vais perceber que Benidorm e Lloret del Mar não têm as melhores praias do Mundo. Vais perceber que apanhar bebedeiras é ridículo e que as pessoas que acham que tu és um herói são apenas mais parvas que tu.

    Não terás nunca de deixar de beijar em público porque ao invés do que pensas não é um acto de choque ou rebeldia mas um acto de amor e podes fazê-lo durante toda a tua vida.

    Vais descobrir que há mais bebidas que refrigerantes e que apreciarás todas, com todos os que te rodeiam!

    Aqui fica uma ideia: quando esse dia chegar, agarra-o com as duas mãos e não o deixes fugir."

    ResponderEliminar