A temporada de 2020-2021 foi cancelada na sequência da pandemia Covid-19.

Foi com grande tristeza que nos vimos forçados a tomar esta decisão, motivada pelo perigo de propagação da doença provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) e em nome da segurança e do bem-estar de todos os participantes.

A existência de um coro, como o CLeVA, não se coaduna com as regras de distância preconizadas como medida importante de redução da transmissão de covid-19. Ter várias pessoas juntas, a ler em voz alta, é criar um ambiente confortável à propagação do novo coronavírus se, entre elas, houver um caso positivo.

Voltaremos a avaliar a situação em meados de 2021 e então decidiremos se será possível retomar a actividade normal.


O Clube de Leitura em Voz Alta é agora Coro de Leitura em Voz Alta. Tem normalmente um periodicidade quinzenal e acontece na Biblioteca de Alcochete.

Os objectivos continuam a ser os mesmos; promover o prazer da leitura partilhada; a forma passou a ser outra.

T10 S21 - sessão virtual - última da temporada

chegou ao final mais uma temporada do CLeVA
Foi um ano que infelizmente não terminou em festa como todos os outros. O responsável chama-se Covid19. Chegou, instalou-se, e a partir de março tomou conta das nossas vidas. As últimas oito sessões do Coro de Leitores foram virtuais porque não quisemos "desistir" a meio do caminho. De certa forma foi bom matarmos saudades do velhinho Clube de Leitura em Voz Alta mas foi com alguma tristeza que dissemos "Adeus" (o tema das leituras de hoje). Despedimo-nos sem termos apresentado o espectáculo deste ano que estava mais de dois terços construído quando fomos obrigados a ficar em casa. Despedimo-nos sem termos feito uma grande festa à volta de uma mesa cheia de comida e bebida. Despedimo-nos sem nos termos abraçado.

a Sandra leu "Adeus" de Eugénio de Andrade
e um excerto de "O beijo da palavrinha" de Mia Couto
a Antónia leu "Poema de Natal" de Vinicius de Moraes
a Isabel leu "O que dizem os abraços" de José Luís Peixoto

a Cristina leu um excerto de "A inaudita guerra da Avenida Gago Coutinho e outras histórias" de Mário de Carvalho

próxima sessão virtual | 30 Junho 2020

a Sandra, a Celina, a Antónia e a Isabel lerão textos subordinados ao tema "ADEUS".
Os textos poderão ler lidos individualmente ou em grupo.
A sua abordagem deverá ser cómica
e obviamente a leitura não deverá exceder os 3 minutos.

T10 S20 - sessão virtual

penúltima sessão desta temporada do CLeVA,
ainda virtual e em modo Clube de Leitura em Voz Alta
com o tema "Dor", o Renato leu-nos um excerto de "O Físico Prodigioso" de Jorge de Sena
e a Cristina leu um excerto de "" de António Nobre
e "Cantiga dos ais" de Armindo Mendes de Carvalho
há 15 dias a Gena teve um problema técnico e não pôde ser o seu texto subordinado ao tema "Peste"
Fê-lo hoje e leu-nos "Oportunismo filial" de José Gameiro da sua crónica no jornal Expresso "Diário de um Psiquiatra".

próxima sessão virtual | 16 Junho 2020


a Ana Brandão, a Bela e o Renato lerão textos subordinados ao tema "DOR".
Os textos poderão ler lidos individualmente ou em grupo.
Porque queremos continuar a rir, os textos ou a sua abordagem deverão ser cómicos 
e obviamente a sua leitura não deverá exceder os 3 minutos.

T10 S19 - sessão virtual

o CLeVA em modo Clube de Leitura em Voz Alta

a Elisabete leu "Água Maldita" de Eduardo Galeano
de Espelhos - Uma história quase universal
a Lúcia leu um excerto de "O que diz Molero" de Dinis Machado

a Cristina leu "Anedota" de Luísa Costa Gomes
de Antologia do Humor Português

próxima sessão virtual | 2 Junho 2020

a Eugénia, a Elisabete e a Lúcia lerão textos subordinados ao tema "PESTE".
Os textos poderão ler lidos individualmente ou em grupo.
Porque queremos continuar a rir, os textos ou a sua abordagem deverão ser cómicos 
e obviamente a sua leitura não deverá exceder os 3 minutos.

T10 S18 - sessão virtual

Apesar das novas tecnologias nos permitirem manter as nossas sessões ainda não nos permitem fazer o trabalho do Coro de forma eficaz. Assim, foi hoje decidido continuar até ao final desta temporada (final de Junho) em modo Clube de Leitura em Voz Alta.

T10 S17 - sessão virtual

no dia da língua portuguesa não podíamos deixar de nos reunir

a Virgínia leu um excerto de "Os dias do avesso"
de Eduardo Sá e Isabel Stilwell

a Cristina leu "Complexos" de Nuno Júdice de "A matéria do poema"

próxima sessão virtual | 5 Maio 2020

será responsável pela crónica humorística

próxima sessão virtual | 21 Abril 2020

será responsável pela leitura da crónica humorística

T10 S15 - sessão virtual

a Leonor leu-nos "O tio Lobo" de Xosé Ballesteros

porque o Coro de Leitores, nesta fase de estado e emergência pandémica, voltou a ser mais parecido com o Clube de Leitura em Voz Alta, houve outras leituras:


a  Graça e a Ana Maria leram "Epigrama" de Bocage

a Cristina e a Elisabete leram a crónica
"Ensinam os gatos" de Como é linda a puta da vida de Miguel Esteves Cardoso
a Maria José, a Vitória e a Ana Maria leram a crónica
"O grande homem" de António Lobo Antunes de o Primeiro Livro de Crónicas
a Rosa, a Gena e a Helena leram-nos
Kiki, o Gato de Papiniano Carlos de Era uma vez...
a Cristina leu "Interrogação" de Camilo Pessanha de Clepsidra


a Isabel, a Margarida e a Fátima leram
Charroque da Prrofundurra


Bom dia!
Um avise parra a malta que gosta de lorrear a pevide e cagarr-se prros outrres...
Se estão já a fazerr planos para sentarrem o cu nos vosses carrinhes parra virrem até à nha terra, o melhorr é ficarrem sogades. Eu explique perrquê...

O Rei do Choco...........tá fechade
O Leo do Petisco.........tá fechade
O Alface............tá fechade
A Restinguinha....tá fechade
O Verrde e Brranque.......tá fechade
O Pescadorr......tá fechade
O Pinga Amorr...tá fechade
A Figuêrrinha.....tá fechade
A Albarrquel....tá fechade
O Porrtinhe da Arrábida...tá fechade

Só cá estames nós Setubalenses, a cherrar que nem uma caixa de sarrdinhas com mais de 15 dias forra do gele, a falarr estrranhe e alte prra carraças e ainda a amandarr perrdigotes da boca prraforra, alguns estão coçarr os tomates, porrque há pouque prra fazerr e outrres a tirrar macaques do narriz prra comerr alguma prroteína, quisto na tá fácil prra ninguém...
Porrtantes nã digam que na forrem avisades e que chegam aqui e batem cus corrnes na rotunda dos golfinhes...
Sugirre que façam festas nos jarrdins das vossas casinhas, vistam-se de brranquinhe, metam uns colarres de florrinhas ao pescoce bebam uns Gins comam umas errvilhanas, mas fiquem perr casa, é o melhorr 

Charroque da Prrofundurra adaptado de Florbela Paulino


próxima sessão virtual | 7 Abril 2020

será responsável pela crónica humorística

T10 S14 - sessão virtual






ontem o CLeVA teve a sua primeira sessão virtual
nesta fase o Coro de Leitura volta a aproximar-se do formato de Clube de Leitura em Voz Alta



o Carlos leu-nos "O guarda-redes míope" de Álvaro Magalhães do "Limpa Palavras e outros Poemas"
e "A história da mãe que queria pensar em tudo" de Ursula Wölfel do "29 Histórias Disparatadas"
a Cristina e o Fernando lançaram um desafio ao grupo lendo "Jogada nº 45 - écloga" de Alberto Pimenta

Jogada nº 45 – écloga – Alberto Pimenta

as coisas que de dia não fecham
as coisas que de dia não abrem
as coisas que de noite não abrem
 as coisas que de noite não fecham

a coisa de josé de dia não abre
 a coisa de maria de dia não fecha
a coisa de mané de noite não fecha
a coisa de miló de noite não abre
 a coisa de antão de dia é o que se sabe
a coisa de milú de dia não deixa
a coxa de joão não abre não
a coxa de lurdes não abre nem fecha
o queixo de juca de dia não obra
o queixo de maria toda a noite se queixa
o caxo de antão também já não cobre
o caxo de joão que ninguém lhe mexa
a cuja de josé de dia não sai
a cuja de maria de dia não pode
a cuja de mané de dia não vai
a cuja das cujas nunca lhe acode

 assim se passa o tempo
assim sopra agreste o vento
e todos desencontrados
uns abertos outros fechados

de Jogo de Pedras
(edição de autor 1980)